Este livro é para quem curte a música com amor & rigor. O poeta, tradutor e ensaísta Augusto de Campos vem realizando um trabalho essencial de crítica e divulgação musical em nossa terra de 'surdos-músicos'. Foi o primeiro a abordar compositores como Webern, Varèse, Cage, Boulez e Nono, e a divulgar verdadeiros 'terremotos sonoros subterrâneos' como Antheil, Cowell, Nacarrow, Scelsi e Ustvólskaia, entre outros tantos. Da música e poesia provençal à poesia de John Cage, Música de Invenção é um mosaico de épocas, autores e temas que apresenta ao leitor brasileiro um largo espectro da criação musical que precisa ser conhecido. Complementa o livro, uma tradução perfeita de Pierrot Lunaire de Schoenberg, já apresentada em concerto. Reunindo textos escritos a partir de 1957, Música de Invenção é um documento único sobre a vida musical e cultural brasileira das últimas décadas. Por tudo isso, este é certamente o livro mais importante sobre o assunto publicado no Brasil, obrigatório para os interessados e estudiosos da música criativa. Depois do Balanço da Bossa, o poeta do pós-tudo agora nos lança na pós-música dos silêncios, sons e ruídos. Prazer do texto e dos ouvidos, juntos. Só cabe, então, saudar: '-- Música, maestro Augusto!' Livio Tragtenberg